skip to content

Réplicas e Falsificação

Entenda a diferença entre réplicas e falsificações de marcamos famosas de relógios bolsas e outros produtos.

scroll down

Qual a diferença entre réplica e falsificação?

Réplica

Uma réplica é a reprodução perfeita de um produto, mas utilizando uma matéria prima mais acessível. Nesse caso, a produção das imitações é autorizada pelo fabricante do produto original, pois dessa forma, ele consegue alcançar um determinado tipo de público, que tem um poder aquisitivo menor do que os clientes habituais.

Podemos citar como exemplo a fabricação de réplicas de carros colecionáveis em miniatura. Nesse caso, os produtos são fabricados em modelos idênticos aos originais ou utilizando matéria prima mais acessível.

Vale ressaltar que, para que um produto seja considerado uma réplica é preciso que o fabricante do item original tenha autorizado a produção da imitação. Caso contrário, estamos falando de falsificação — pirataria.

Falsificação

Produtos falsificados são aqueles produzidos sem a autorização da empresa detentora dos direitos da marca. Sendo assim, roupas, sapatos, relógios e diversos outros itens são fabricados imitando marcas famosas, utilizando até mesmo, um logotipo idêntico ao do produto original.

Os produtos falsificados são confeccionados com matéria prima mais barata e sem aquele rigoroso controle de qualidade de marcas famosas.

Apesar de ser comum a venda desse tipo de produto em lojas online, isso é crime e o empreendedor que vende falsificações pode pagar multas e ainda ter sua mercadoria apreendia e destruída.

Embora muitas pessoas comprem produtos falsificados cientes da procedência deles, é comum que muitos consumidores sejam enganados, pois muitas vezes, a falsificação é tão perfeita que as pessoas sequer notam que se trata de um produto pirata.

É permitida a venda de réplicas em uma loja online?

Levando em consideração o conceito de réplicas, a venda desses produtos não é ilegal. Mas, vamos lembrar que as pessoas sempre confundem a falsificação com réplica, ou seja, compram uma bolsa com o logotipo da Louis Vuitton, por exemplo, mas que não foi fabricado pela empresa. Isso é uma falsificação, o que é crime no Brasil.

Caso o fabricante do produto tenha autorização da marca do produto original para criar réplicas, não haverá problemas com seu modelo de negócio.

Uma prova disso é que estilistas famosos fazem parcerias com lojas como Riachuelo e C&A, que são voltadas para o público que não tem poder aquisitivo muito alto para adquirir roupas e acessórios de luxo.

Como começar a vender réplicas em uma loja virtual?

Caso você trabalhe com revenda, deve procurar saber se o fabricante da réplica tem autorização para produzir aqueles produtos, além de atestar a qualidade deles. Ter todos esses cuidados na hora de trabalhar com venda de réplicas na internet vai livrar você de dores de cabeça como reclamações de clientes e problemas na justiça.


Quem são os verdadeiros responsáveis?

As detendoras das grandes marcas deveriam atacar as fabricas de falsificações, fica dificil para uma pessoa que deseja vender online saber a verdade sobre as autorizações dos produtos replicas para revenda. Os fornecedores informam que seus produtos tem autorização e vendem com essa afirmativa. A maioria dos fabricantes de replicas fica na China onde as grande marcas nada fazem, será por medo? assim entramos na polêmica: QUEM DEVE SER EXTERMINADO, O TRAFICANTE OU O VICIADO?

Up